Sextetos de um sonhador

Author: Henrique Alvez / Marcadores:

















Eis-me aqui
indigente arrogante
eterno viajante
De insolúvel trilho
Ainda mais errante
Que o mais vagante andarilho

O tal de passos levianos
Que em resinoso
porem encardido Betume
Taciturno marca
o caminho daquele sem sonhos
que o terceiro apaga

Sonho meu
Inexistente quimera profana
E a tua ilusão tirana
Sendo sôfrega fantasia
Do tal ladrão de sonhos,
querubim da desarmonia

"Eu, sempre que parti, fiquei nas gares
Olhando triste, para mim"
Desfrutando daquela falsa felicidade
Que eu apenas necessitava
para que em minha morte diária
pudesse vivo finalmente me sentir

Sonhando alheios sonhos
Perdido em doutrem labirinto
Que jamais fora realmente meu,
Virtuoso me sinto
Apenas por, sem permissão,
compartilhar comigo teu eu.

Henrique Alvez.
(os dois versos enre aspas pertencem a Mario Quintana ;D)

64 comentários:

Anônimo disse...

Como sempre, muito digno.
To começando a me sentir inteligente entendendo os últimos texto, rs

F. Raeder

Thaty disse...

MUITO MUITO MUITO BOM MESMO... MANDOU BEM.

AH!!! MARIO QUINTANDA É TUDO NÉ? RS

trianaheavy disse...

Nossa!

E a tua ilusão tirana >> Poderia ser: E a tua ilusão "triana"
Sendo sôfrega fantasia

rs.. MARIOvilhoso!!!

Mara Ishikawa disse...

Gosto de ler coisas que adicionam em nossa vida, em nossa existencia.
Adorei. Bjs

Allan Azevedo disse...

muitoo boom mesmo heim...

Dan disse...

Belos Versos! Parabéns pelo blog! Bem atraente!

conexão disse...

MANDOU MUITO BEM
PARABENS PELO BLOG
ABRAÇSO

André disse...

Ola adorei a poesia, mais como é a primeira vez que visito, me chamou atenção foi a explicação do nome de seu blog, bem bacana. Parabéns

Daniel Silva disse...

não é o tipo de blog que eu gosto, mas o seu trabalho é bem feito.

abraço

Gê da Boa disse...

Tá ai uma coisa que eu apanho até hoje... criar poesias. Por isso tenho dificuldades (pelo menos por enquanto) para compor.

http://bardoge.blogspot.com/

Bruno (Binão) disse...

Os poemas do Mario são otimo , melhores que CDA , ..

muito bom poema



http://blog-do-binao.blogspot.com/

Lew disse...

Bem elaborado o texto... parabéns

Deni disse...

Como sempre PERFEITOOOO

Ludmila Caldas disse...

você escreve muito beem ! *0* parabéns ' http://ludlordelo.blogspot.com/

Ludmila Caldas disse...

ps: seu template é igual ao meeu ¬¬' rs. bom gosto você tem , ueeuieuieuieueiuueieuieu.

Jaqueline disse...

Sonhando alheios sonhos
Perdido em doutrem labirinto
Que jamais fora realmente meu,
Virtuoso me sinto
Apenas por, sem permissão,
compartilhar comigo teu eu.
_____________________

Essa foi a parte que eu mais gostei...Texto perfeito...Gostei porque vc conseguiu colocar um fragmento do Mario Quintana em sua poesia...parabéns

gAng disse...

fiko fera
juntar novidadecom frases jah escritas encaixando bem num é pra qualquer um não!

Phellipe salaroli disse...

Muito legal seu blog, gostei mesmo, estou seguido-te ;0

Henry Barros disse...

Mario Quintana foi uma ótima foram de completar o poema que por si só já é muito bonito, parabéns =D

Gabriela Sayour disse...

Muito bom o poema, de verdade.
E concordo com o comentário acima, Mário Quintana foi um ótimo complemento (;

Jonathan disse...

Brother, simplesmente sem palavras, muito bom, muito bom mesmo!

passa lá no meu blog: http://librianodoamor.blogspot.com/

· Dany Souza disse...

Haha, SHOW (L)
Na moral? Gostei do blog

www.secrets-specials.blogspot.com

Fabrina disse...

Muito bom, adorei o blog e as postagens, sucesso.
dê uma passadinha no meu :) http://intercambiofabrina.blogspot.com/

Esther Saldanha disse...

Eis novamente eu aqui, para demonstrar minha admiração por seu talento e criatividade inesgotável. Salve Henrique! ;]

Patrícia Ballare disse...

Oiiiiiiiiiiii
Eu nao ia te elogiar porque elogio voce já de ve ter aos m o ntes... Mas não tem como, nao dá pra nao te elogiar diante de um tra balho tao criativo e bem feito! Que Deus abençõe seu talento a cada dia mais e mais!
Bejux
=**

Phellipe salaroli disse...

Muito bom o texto, são poucos que escrevem bem asism!

Fabio oliveira disse...

voce tem futuro garoto, um abraço

tatiane disse...

Nossa , continua assim , voçe escreve super beem *-*

iMarty Turbo disse...

mando bem cara, gostei

_DeeH_ disse...

Gostei do seu blog ..
textos inteligentes .... e para alguns até dificeis de compreender .. mas isso o torna ainda mais interessante...

estou te seguindo me siga tb.. bjs
http://deeh-meucantinhu.blogspot.com/

iMarty Turbo disse...

bem legal a imagem

Isllane Letícia disse...

Adoooorei. Muito lindo e legal.
passa no meu?
www.desejosonhoefantasia.blogspot.com

tollen disse...

Adorei o seu poema cara, está de parabéns. Traduziu bem a alma de todos nós, eternos andarílios atrás dos nossos sonhos.

Caio Gomes (CCG) disse...

Sonhando alheios sonhos
Perdido em doutrem labirinto
Que jamais fora realmente meu,
Virtuoso me sinto

Poo, parabens
ta mto bom o seu blog
continue assim
http://www.rockexpressao.com/

Ariane disse...

Caramba!!! Gostei mesmo de teus versos... li este primeiro e não parei mais! Li quase todos!! Adorei o jeito subjetivo como escreve... virei sempre por aqui!!!

.
http://bloggalemdoqueseve.blogspot.com
.

Fabrina disse...

Adorei o texto, parabens
http://intercambiofabrina.blogspot.com

joão victor borges disse...

sabe, a vida sempre é uma emboscada, e tudo é questionável. não importa quais sonhos sonhemos ou quais escolhas tenhamos vontade de seguir, no final todo o passado pode ser pensado como diferente, refletindo em um outro futuro. ao falar de falsa felicidade -que, aliás, são seus versos, e não os de mario quintana- você mostra o que todos nós vivemos. acho que, no fundo, nós nunca somos felizes. é muito difícil atingir um ponto em que estamos tomados por uma felicidade plena, e mesmo que por um mínimo tempo nós consigamos, as circunstâncias nos trazem de volta ao que chamamos de 'realidade'. afinal, a 'morte diária' é exclusivamente a resposta de que temos para o fim de um dia e o começo do outro.

http://anpulheta.blogspot.com

Art =] disse...

mtu bom o texto
gostei msmo ^^

Betty Gaeta disse...

Muito bacana. Esperava tudo com este nome de blog, menos um poeta.

CM Tricoloko disse...

gostei desse mas preferi o poema abaixo: o menino da janela


prbns pelo blog

Nath, disse...

Que poetaaaaaa,adorei.

Guilherme Bayara disse...

Como sempre maravilhoso.
O trecho de Quintana encaixou perfeitamente.

E outra vez fiquei sem palavras.
Muito Bom mesmo

T.C. disse...

Nossa, que maravilhoso! parabéns, de verdade.. aparecerei aqui sempre!

Thaty disse...

Oiiiie... ja comentei aqui antes.. e como disse vc manda bem nas palavras... Coloca algo novo aí rsrsrs.. eu adoraria visitar... sucesso

Théo Borges disse...

ola...
fazia um tenpinho que nao aparecia por aqui...
como tem passado?
entao, sempre que leio seus poemas, dou uma olhada nos comentários... é incrivel como, a maioria das pessoas q comentam, parecem q nao entendem o q tu diz... simplismente acho bonitas as palavras, ou ainda, acham q tu "escreve dificil", e apenas diz, 'lindo poema, adorei seu blog' e nao comentam sobre o poema em si...
mas, enfim, acho legal tudo...
vc faz-me lembrar de quando comecei na literatura...
mas d todas as belas palavras do poema, o que me chamou mais a atenção, foi a tão singela frase "para que em minha morte diária
pudesse vivo finalmente me sentir", resume teu poema todo, e explica a vida... o porquê vivemos, e sempre buscamos coisas novas para vencer...
valeu ai...
abraço, visite-me quando puder...
http://leituraopinativa.blogspot.com/

Bersebah disse...

Não compreendo como ainda consigo me impressionar com um texto seu, afinal, todos tem tamanha qualidade, e eu deveria imaginar o que estaria por encontrar aqui, apesar disso, esse é mais um texto que considerei muito, acompanhado de uma também explendida imagem.

Por algum motivo...seu texto me lembro um livro chamado lobo da estepe, não sei se já ouviu falar a respeito.
O livro é muito bom, apesar de no fim ter um contexto estranho, diferente, inusitado nem sei como definir.

O lobo da estepe fala sobre um cara, chamado Harry, pelo que me lembro(e ele não usa feitiços heheehehe), que é um senhor solitario, de cerca de seus cinquenta, sessenta anos, que vive desventuras em seu mundo solitário, repleto de elementos, conceitos, e teorias que nos deixam intrigado, quando fazem nos pensar em nossos devaneios psicodelicos de certos dias, quando estamos com a mente alem da nossa realidade batida.

Penso que por isso me lembrei do livro ao ler o seu texto, pois me fez lembrar de alguem desta forma, que apesar de ser são, e viver equilibrado(ou ao menos tentar) nesta sociedade indiferente a que estamos sujeitos, tem um vislumbrar diferente das coisas, tem uma sensibilidade que consegue captar outras sensações, sentimentos, que cada situação do nosso dia a dia inspira.

Parabéns por mais um texto, meu amigo, e obrigado pelo selo em seu blog, muito obrigado mesmo, é uma honra ter tal consideração.

Aguardo sua visita quando possivel em meu espaço, será muito bem vindo.

Um abraço amigo, e muita paz.

Naty Araújo disse...

Cara... tua escrita é ótima.
Seu blog é fenomenal... Não esperava, logo de cara, com umas indagações dessas rsrsrs.
Na verdade nem tive tempo de pensar isso... já fui logo lendo. Sou afobada, adoro ler... adoro comer livros e ler blogs devoradamente.
O seu vai para minha lista de blogs para ler sempre.
Já estou te seguindo... É uma satisfação.

Abraços e parabéns pelo sucesso.

eu quero ser você. disse...

muito bom! =D
vou seguir.
segue?

http://poemasdeinverno.blogspot.com/

Luca Weingartner disse...

Estou realmente impressionado; a forma como você impõe seus pensamentos, é perfeito. Adorei o trecho do Mario Quintana, deu um tom de sofisticação. Estas realmente de parabéns, obrigado por compartilhar conosco. Se quiser, visita meu blog.

Anônimo disse...

OMG. você é o melhor escritor que eu ja li :*
marine;)

Larissa Oliveira disse...

Muuuito boom :D
voce expressa muito bem seus pensamentos e de uma forma muuito boaa muito boa mesmo ..
gostei muito :D
que nunca falte inspiração pra você
beeiijos :**

ALIMAC disse...

Mario Quintana sempre soube o que falar.

Mate seu professor comigo.com disse...

Impressionantee...conseguiu chamar minha atenção. E olha que não sou fã de poemas, mas esse esta lindo!

=)

LarissaCavalcante ♥ disse...

Gostei do seu blog, por isso acabei de indicá-lo para receber um selo. Passe no meu, pegue e repasse.
Continue sempre assim!
Beeijo’

http://lagrimainterrompida.blogspot.com/

FILhote disse...

Tu escreve muito ben
parabens

Yorrana Barbosa disse...

Você escreve bem pra caramba.
Olha que ta dificil encontrar um poeta hoje em dia viu . hehe
;**

Arash Gitzcam disse...

seu estilo é bem dos antigos...

Erzsébet disse...

Vc escreve bem, parabens...^^

/+/ Rafael /+/ disse...

FODÃO.

Yorrana Barbosa disse...

Você é um poeta .
Muiito bom , manda muito bem em todoas as poesias.
Parabéns;D

Mateus Bernstein disse...

as aspas dos dois primeiros versos da quarta estrofe não fazem sentido nenhum

eles não pertencem a mario de andrade. estão em seu texto, num contexto totalmente novo. pertencem a você!

Luiz Brisa disse...

fikei meio confuso no começo pela termonologia
mas ta otima mano
xD

Edgar de Souza & Eros Parrela disse...

Tu escreve bem mano MANDOU BEM!
nota 10

http://oqueelasdevemsaber.blogspot.com/

Deniere disse...

adorei, muito bem escrito...
caralho, vc so tem 16 anos... \o/

perfeito

visita... segue?

http://deniererocha.blogspot.com/2010/07/senhora-incapacidade.html

Postar um comentário

Evitem enviar o link do seu blog junto com o comentário, e principalmente coisas como: "visite meu blog + link".... Faça isso e não haverá visita.

Pages