Faces 1

Author: Henrique Alvez / Marcadores:


A mulher se deitou na cama, largada e cansada, tentando se esquecer de que apartir da manhã seguinte toda a rotina daquele dia enfadonho e aparentemente duplo se repetiria assim como acontecia há 20 anos.

Olhando para o teto acima do crânio dolorido, ela apenas conseguia pensar num vazio abarrotado de coisas. Sua mente começava a reproduzir em sons tudo aquilo de mais prosaico que vinha acontecendo, e desejava loucamente que conseguisse descansar ao menos um pouco, coisa que nem afundada em um colchão d'água ela conseguia...

Ao mesmo tempo, ela sabia que o dia ainda não acabara, afinal ela tinha duas bocas para alimentar. Na sala com a babá, estavam suas duas antíteses ambulantes que completariam três anos de idade na semana seguinte, e que a faziam lembrar daquilo que fora um dos únicos fatos fora de sua desgastada rotina, mas que não valia ser lembrado antes da hora. Era preferível recordar apenas quando seria inevitável

Tarde de mais. Aquilo já tomara conta de sua cabeça. Cada cena daquele dia que marcara sua vida agora atropelava como um caminhão as lembranças de seu dia tórrido e comum.

Na tentativa de apagar tudo aquilo, ela desceu os pés da cama, tocando-os no piso gelado do quarto, à mostra graças ao carpete que um dos gêmeos rasgara, precisava tirar aquele cheiro acre das mãos, ela, mais que nenhuma outra pessoa, sabia como dinheiro não proporcionava grandes prazeres ao olfato de alguém.

Aquela que a encarava no espelho não era nada bonita. Os olhos que em um passado distante apresentariam um tom azulado e brilhante, estavam apagados, acinzentados e a ponto de fechar, quisera ela para sempre. A pele branca estava ressecada, talvez uma árvore tivesse o casco mais suave que seu rosto, e os cabelos, como consequência de anos presos atrás da cabeça por qualquer coisa elástica, começavam a rarear acima da testa volumosa e terrivelmente oleosa.

Saindo de um banho demorado, a mulher trocou o pijama que a esperava em cima da cama e se dirigiu à sala de estar. No caminho, ela pôde testemunhar à distância uma cena que poderia ser desesperadora, mas que assustadoramente a proporcionava algum alívio.

continua...

40 comentários:

Evelyne V. Nami disse...

Adorei o texto e estou anciosa pra ler o resto.
Muito bom mesmo!!!

Felipe disse...

Muito bom man, adorei o texto!!
Mas fiquei com uma certa raiva por um breve momento ao ler aquele "continua" XD

ncioso pra ler o resto. [2 o/

T. disse...

Gostei, muito bom, você sabe se expressar bem escrevendo, parabéns, sucesso :D

Jaqueline disse...

Adorei, mas também fiquei com raiva do "continua"...afff...no ápice da minha leitura;
Quero ver o final...

Luiz Brisa disse...

kkk
para qndo me enpolguem vc coloca "continua..."
vc escreve muito bem^^


http://vagalnerdkawai.blogspot.com/

Morena Love disse...

Querido você escreve super bem. Parabéns!
Você me prendeu o texto todo e no final fiquei mais ancioso. Isso quer dizer uma coisa, vou te seguir pra ver quando vai postar o resto. Hehe..

Gostei muito do seu blog,
Beijinhos da Morena Love.

Alaor Pedroso Netto disse...

Bom texto... prende o leitor...

Fabiano disse...

como todo mundo que escreveu acima o "continua" foi broxante... hehehehe...
mas agora tenho mais um bom motivo para voltar aqui.

retribuindo visita e comentário

http://blog-do-faibis.blogspot.com/

Willian disse...

texto bem interessante, prende o leitor e o "continua" foi bem pensado hein.. tenho que voltar depois pra ler o resto....

Reporter mineiro scraxado disse...

eita! na hora q tava ficando bom vc corta! rsrsr!
mas parabens, vc escreve muito bem, de uma maneira que descreve o ambiente por inteiro, faz o leitor se sentir na cena do conto!

Tascio disse...

Cara continua isso logo...amei tudo...o texto, a foto escolhida, parabéns! espero ver logo a continuação...no climax vc parou poxa haaushashuhuas

Sandinha disse...

Pooooxa agora quero MESMO ler o resto dessa história!

*------------*

Mad sucks disse...

Nossa cara! curti seu blog e eu tambem quero ver a continuação desse texto ^^


PÔ ta afim de fazer ma parçeria?

Lockerz Download disse...

Escreve bem cara parabéns muito legal..
abçs.


http;//lockerzdownload.blogspot.com

nyle_eternity disse...

Nossa, eu gostei demais!
Desculpe ter pulado você lá na comunidade rsrsrs
Estou aprendendo ainda xD

Parabéns pelo ótimo trabalho, com certeza vou segui-lo . beijos!

Henrique Alvez disse...

obrigado, pessoal :D

Isabella Amaral disse...

Nossa! Parece conto de terror, principalmente essa foto hahahaha. Cortou o barato de todo mundo hein...parou numa hora boa da historia!! rsrs
Tá ficando bom!
Beijos

Mateus Bernstein disse...

puta sacanagem colocar aquele "continua..."
hahaha.

mas eu tenho que elogiar isso em dois aspectos:
1. se a história fosse postada de uma só vez, ficaria muito grande e pouquíssimas pessoas leriam tudo.
2. tu cortou bem na hora que o leitor começa a se perguntar: "e agora? :O"


não se esquece de postar o resto depois, rapaz.


abraço.

Nicole Costa disse...

amei o texto, morri de medo da foto,haushaushauhsuahsa.

Will disse...

Cade o resto ???? shuasahush muito bom
www.ruivosuburbano.blogspot.com

Italo Gomes disse...

Belo texto.. parabens

http://italoopensador.blogspot.com/

xD

automidia disse...

:D

Pow brother, muito bom!

Tornar um folhetim, né?

Heheheh

Esperando a continuação..

Lenivaldo Silva disse...

Achei legal a foto mas não gosto desse tipo de texto. Diz tudo e não diz nada ao mesmo tempo. Não me leve a mal, mas voc~e como blogueiro experiente (digo isso porque já vim aqui muuuuitas vezes, e encontrei textos maravilhosos) sabe que é melhor quando alguém é sincero do que quando chega com palavras vazias.
Um abraço

Yorrana Barbosa disse...

Muito bom o texto, como sempre muito bem escrito .
Parabéns.

espero pela continuação ...

Jhonny disse...

Gostei muito do seu texto...quero saber como vai continuar. Parabéns pelo blog. Abraço.

- Amanda Alves . disse...

otimo texto .. quero ler maaais *-* adorei . voçe escreve muito bem . parabens !

Théo Borges disse...

oie, nossa fazia tempo que eu nao passava por aqui...
esse texto é um romance que está escrevendo???
gostei bastante,
tenho q voltar pra terminar de ler os outros textos.
costumava entrar no meu trabalho, mas agora la nao esta mais abrindo blog, aff...
mto bom seu texto, volto depois pra ler os outros...

Pirata Louco disse...

muito bom...escreves de forma delicada e implacável ao mesmo tempo..e eu so muito critico nisto...tenhos meus rabiscos e sei que não surge do nada.

Diria que seu texto tem um exilir Kafkaniano.

Ahoy

AnaCamila disse...

A pele branca estava ressecada, talvez uma árvore tivesse o casco mais suave que seu rosto, e os cabelos, como consequência de anos presos atrás da cabeça por qualquer coisa elástica, começavam a rarear acima da testa volumosa e terrivelmente oleosa.

que imagem...
mto bom o conto.

www.daqueelejeito.blogspot.com

♥ Cereja ♥ disse...

oieee
te vi na comu do orkut!
achei orimo o blog! eu adoro ler, mas falta é tempo é brabo!

Pedro disse...

Aguardando o final

Gostei muito.

Camilla disse...

Põ criou um suspense legal, to super curiosa pelo final. Quando tem post novo?
www.sacksandthecity.blogspot.com

kbritovb disse...

pra ser sincero num curti mto o texto mas fiquei curioso ahaha

Bruna R. disse...

você escreve muuuuuito bem
ja pensou em fazer um livro?

seguindo :D
------------------------------------------------

nao deixa de visitar o: http://reeckless.blogspot.com/

Karla Hack disse...

Sabe o que mais eu gostei no seu jeito de escrever? Eu senti as imagens que descrevia... a dor e a confusão da personagem... Você consegue transmitir um ar sombrio e envolvente... Parabéns!

May Ribeiro disse...

Parabéns, um texto muito interessante com sabor de quero mais no final rs;

Cristiano disse...

Legal....
tô seguindo.....

siga-me tmb:
http://adrenalinavirtual.blogspot.com/

Leonardo disse...

Realmente prende o leitor!!
Muito bom!!
Espero a continuação

jaka disse...

que sacanagem, na hora que o texto prende vc dá um comercial....hahahha

B' Guimarães Orkut disse...

Caraca ótimo texto mas eu não tenho hábito de entrar em blogs desse tipo, portanto não sei bem o que dizer.... mas parabéns!

Postar um comentário

Evitem enviar o link do seu blog junto com o comentário, e principalmente coisas como: "visite meu blog + link".... Faça isso e não haverá visita.

Pages