Faces 2

Author: Henrique Alvez / Marcadores:


Ela Ofegou.
Os olhos pararam sobre o teto mais uma vez. Tudo estava escuro agora, e a noite parecia barulhenta demais para ser noite de fato.
Levantou da cama mais uma vez. Com cuidado para não pisar em qualquer coisa que pudesse fazer barulho e acordar as crianças...
As crianças...
Seu sonho não fora nada agradável de se ver, nada comum também, mas mesmo assim trazia um estranho conforto a seu íntimo soturno. Nele, seus dois filhos se dilaceravam enquanto a babá apenas assistia, os olhos vidrados e marcas de unhas rasgando o peito em carne viva.
Após repetir o que fizera em sonho, antes de testemunhar a cena que encerrara o delírio, ela dirigiu-se em direção ao quarto dos filhos.
Lá eles dormiam como dois pequenos anjos, repletos de candura, mesmo sob os roncos quase ensurdecedores da babá, que dormia de qualquer jeito em uma cadeira, ao lado do berço de um dos gêmeos.
"Acorde, Sara", dizia a mulher "Você não deveria dormir aqui, sua família ficará preocupada"
A jovem negra abriu os olhos completamente atordoada, e secando os lábios umedecidos com a manga do casaco, levantou-se em um salto desajeitado, parando de chofre segundos depois, as mãos à cabeça.
"Que horas são?", perguntou
"Já passam das duas" a mulher respondeu, tocando um dos ombros da babá.
"Cu, meu marido vai me esquartejar"
"Não diga besteiras." Disse a mulher "Você dorme aqui, hoje"
A mulher negra balançou a cabeça completamente irredutível, franzindo a testa da maneira mais incisiva que alguém poderia conseguir.
"A senhora não entende, preciso voltar para casa ainda hoje, ou ele realmente vai me bater."
A mãe ficou confusa e atordoada, não podia estar ouvindo aquilo. Não iria permitir que nada acontecesse àquela mulher que atualmente lhe era uma das poucas amigas que tinha. Não permitiria que ninguém a violentasse de nenhuma maneira.
"Isso não vai acontecer" disse ela, tocando agora o rosto da amiga. "Eu te levo pra casa."
E sem deixar a babá protestar, ela tirou os irmãos do berço e colocou-os em suas cadeiras, no carro que estava estacionado ao lado de fora da residência decadente. Ainda de pijamas, procurou as chaves do carro na bolsa e não se demorou em entrar no veículo, levando a babá ao seu lado.
Sob muxoxos infantis e ininteligíveis, as duas mulheres cruzaram um lado inteiro da cidade.
Após subir boa parte de um morro, chegaram a uma favela precária e de atmosfera triste, As duas desceram do carro.
Chegando a uma casa de tijolos muito mal conservada e localizada, a babá indicou-a como sua. A campainha soou.
Após alguns instantes de espera a porta se abriu, e os olhos da cansada mulher não acreditavam no que viam. Seu coração parecia saltar pela boca, o corpo ficou quente de cima a baixo, e os olhos queimavam em lágrimas.

Era a face do mal.

continua....

23 comentários:

Igor Carneiro disse...

Muuuuuuuuuuito bom!

Está adicionado!

Paulo Sidney disse...

Muito bom...gostei do blog!

Luiz Brisa disse...

manoo
nussa ta muito loko
xD

B. disse...

que estória hein? hahaha
adorei o suspense!

. Yuri Barichivich disse...

Gostei do texto, só não entendi o grande espaço em branco no topo.

Fotografia, Ensaios e novidades. Um photoblog completo.
http://www.patoemfoco.org/ - Confira!
Post sobre cachorrinhos!!

Karla Hack disse...

Bem intenso... o texto causa uma certa ansiedade... O que combina muito!
;D

Lúcio disse...

Bem bacana!

joão victor borges disse...

[comentário para faces 1 e 2] a que ponto uma pessoa pode chegar, é o que eu vejo descrito no texto. mesmo temendo esse destino, a mulher já se encontra na situação que ela não esperava, e se arrepende. a passagem de faces 1 pra faces 2 foi perfeita, a revelação do sonho não poderia ter sido feita em melhor sincronia. e a cada trecho você cria uma ansiedade tão boa, pelo menos em mim, para saber mais da história da mulher, que as vezes me sinto íntimo dela. no mais, é dispensável comentar a leveza e precisão da sua escrita. ^^

http://anpulheta.blogspot.com

Yorrana Barbosa disse...

huumm..muito boa a continuação.
esperando pela proxima. ;D


http://dreamsofyorrana.blogspot.com/

Lucas disse...

TensO!^^

LADY DARK ANGEL disse...

pois é otimo conto de terror
como disse o amigo acima,tenso,tenho q dizer q vc escreve pouco e isso e bom pq hj em dia e dificil encotrar tempo pra ler muita coisa,mas esse "pouco" é bem detalhado e me prendeu a atenção
parabens!

Bersebah disse...

Fala Henrique!

Nossa...deu até um arrepio vendo esses dois últimos posts de seu blog.
Parece que um espirito gótico invadiu o blog hehehehe. De forma alguma considere isso como uma critica! Aprecio bastante a expressão gótica, quando não é exagerada, como quando tem detalhes que remetem muito a um sentimento suicida, imagens de torturas e tal, mas o que colocou ficou bem interessante, referente as imagens.

Quanto ao texto:
Amigo...você tem o dom de cativar seus leitores em cada história, e ou poemas que escreve.
A forma como descreveu a história é bem profunda, e me admira ver cada detalhe da cena que você nunca esquece de descrever, dando sempre mais integridade e vida a cada situação vivida na trama, e os sentimentos que cada personagem expressa.É fabuloso.Fiquei ansioso em acompanhar o restante da história da soturna senhora, e o desfecho da história com a babá e a aterradora visão que ela teve ao chegar em casa.


Finalizando eu agradeço a sua visita em meu blog, tenho a dizer que também aprecio muito seus comentários, pois percebo como você escreve bem, escreve profundamente e procura utilizar uma forma rebuscada, um texto bem limpo e direto, o que fica facil de compreender, torna as cenas fáceis de visualizar, e torna a leitura bem interessante.

Ademais ficarei contente em ter sua visita em meu blog novamente, para dar sua opinião a respeito do que postei.
Um grande abraço amigo, e obrigado pelo apoio sempre!

Anônimo disse...

"Cu, meu marido vai me esquartejar"
desculpa, Henrique, mas não consegui ler depois desse apelido tão recorrente entre nós.
marina

Bruno Silva disse...

Tem um estilo parecido o meu no passado. Muito bom!! Continue assim...
seu parceiro aqui:
www.bsproducao.blogspot.com

diibiazza disse...

mt bom seu blog, mesmo \õ'
vc escreve bem demais (: '

D. Arms disse...

rapaz, andou lendo stephen king? rsrs

abs

Pedro disse...

Adorei, muito bom mesmo!

●๋•♣єvєяTØη™●๋•♫ disse...

Nossa muito bom o post, esta adicionado, seguindo...

Luiz Brisa disse...

ta bom d+
devia posta mais
xD

Rafael disse...

caralho, o texto me prendeu o_o
vc leva mt jeito com isso, sério msm, se quiser escrever um livro futuramente te apoio numa boa pq vc escreve bem e sua historia e bem interessante.

Quando postar a continuação avisa aqui, pq curti a história

Comenta la http://www.leontextos.blogspot.com

Carol Rios disse...

Interessante shaushau

seguindo seu blog
sucesso :*
espero sua visita
http://conceitocarol.blogspot.com/

Churrasco and Roll disse...

Vi seu blog no orkut, mt bom mesmo.

churrascoandroll.blogspot.com

Até mais.

Artie disse...

muito bom o texto cara...
a única coisa que me assustou foi (misterio) essa face macabra ae...

Postar um comentário

Evitem enviar o link do seu blog junto com o comentário, e principalmente coisas como: "visite meu blog + link".... Faça isso e não haverá visita.

Pages